Artigos de Ramón Varela

"O medo como instrumento do poder

Os que no decurso da história ostentaram o mando econômico e político sobre a população sempre utilizaram o medo como instrumento para adquirir e/ou consolidar o seu sistema de dominação. Este sistema estendia-se a todas as esferas da existência humana, incluída a religiosa.

A Igreja defensora da cultura na Idade Média?

É uma afirmação recorrente em vários reputados teólogos da nossa terra que a Igreja foi a defensora da cultura na Idade Média, que se Justifica dizendo que a única cultura que havia era a que se fazia nos conventos.

Ética da responsabilidade

No mundo ocidental hoje em dia seria surpreendente que alguém puser em questão que os ateus podam ter uma conduta ética igual de correta que os religiosos praticantes sejam cristãos, judeus ou muçulmanos, e incluso se observamos o que passa no nosso entorno parece que a conduta moral dos não praticantes parece competir exitosamente com os que se proclamam religiosos praticantes.

O Arcebispado de Barcelona promove a homofobia?

O arcebispo de Barcelona, Juan José Omella, um arcebispo natural de Aragão, da linha de Francisco, nomeado bispo pelo papa João II, e elevado a arcebispo pelo papa Francisco I, em novembro de 2015, auspiciou uma conferência, promovida pela Delegação da juventude do Arcebispado, que lecionará o católico homossexual francês Philippe Ariño, autor do livro Homosexualidade contracorrente no que defende que os homossexuais devem reprimir as suas pulsões sexuais.

Democracia e Separação Igreja-Estado em Lalim (II)

Na primeira parte deste artigo intentamos dilucidar se a Igreja representa valores democráticos, para o qual é requisito indispensável que um seja democrata, e vimos que a Igreja não cumpre este requisito. Na moção revogatória do PP não dizem propriamente que sejam democratas senão que representam valores democráticos, mas, como se pode dizer de alguém que não é democrata que representa valores democráticos? Os valores democráticos concretizam-se na proposta do PP na justiça, liberdade e igualdade, mas, se é um requisito que exista igualdade, nenhum país ocidental seria democrático, porque criaram as maiores desigualdades até agora conhecidas, traduzidas numa concentração escandalosa da riqueza em mui poucas mãos, e a desapropriação dos mínimos recursos de subsistência de centos de milhões de pessoas.

"Democracia e Separação Igreja-Estado em Lalim (I)

O PP de Lalim quer que se revogue uma resolução pela que se estabelecia a aconfessionalidade do Concelho de Lalim, e que reconheça as suas raízes cristãs, que consideram que se desvirtuaram com a resolução promovida pelo governo local desta comunidade em abril de 2016, pela que se eliminava a simbologia religiosa confessional em espaços públicos e se estabelecia a não participação em eventos religiosos dos cargos do governo em qualidade de tais, com independência de que assistam com caráter individual.

Espanha, nação de nações

O Governo e os partidos políticos da grande coligação estão preocupados pela questão catalã, que eles mesmos criaram, que tem difícil solução pela falta duma autêntica vontade política e por uma inércia operativa renitente a qualquer câmbio real no status dos povos que se auto-definem em maior ou menos grau como nações.

A vitória de Trump

Fazendo honor ao seu nome, Trump = baça e triunfo, Trump triunfou contra todo prognóstico nas eleições presidenciais dos Estados Unidos, sem que isto implique que triunfaram os Estados Unidos. Intentarei no presente artigo oferecer a minha interpretação pessoal desta vitória.