Artigos de Ramón Varela

Justiça de alpargatas

Quando falamos de justiça de alpargatas aludimos a uma justiça de andar por casa, e que nenhuma pessoa que respeite as convenções sociais poria quando acode a atos de sociedade, neste caso concreto, quando acode a instâncias penais internacionais. Referimo-nos às instâncias judiciais que estão relacionadas com o poder político, nomeadamente a Audiência Nacional, o Tribunal Constitucional, o Tribunal Supremo, o Conselho Geral do Poder Judicial e ministério fiscal. Todos estes são órgãos que, a través da sua nomeação, vem comprometida a sua independência real na sua atuação.

A misoginia no Novo Testamento

As mulheres estão de parabéns porque lograram demonstrar que estão fartas do trato dês-igualitário recebido polas diversas instituições e administrações e nisto concordam moças e velhas, ricas e pobres, cultas e incultas. Este êxito mobilizador motivou que recebessem o apoio verbal de diversos líderes tanto religiosos como políticos, mas devem saber que tales pronunciamentos são as mais das vezes mera pose e retórica e que as palavras leva-as o vento. As mulheres sabem bem que não precisam adesões, mas medidas concretas, tanto no eido político como religioso, que mudem a sua situação, tanto pessoal como sócio-laboral. .

Lições do processo catalão

Para compreender o bofetão que os unionistas lhe propinaram à reja personalidade política, socioeconômica e cultural que constitui o povo catalão, cumpre ter presente a situação política de que se parte. Na transição de 1978, da que tanto pavoneiam os seus usufrutuários, constituiu-se um estado autonômico, um produto típico espanhol, intermédio entre, por uma parte, o estado federal, pluri-soberano, que goza duma autonomia fundada na sua própria constituição que traduz a sua soberania originária, e, pola outra, o estado unitário, ou seja, com soberania única, que só dispõe, no melhor dos casos, de descentralização administrativa e não política.

O poder e os direitos humanos

O poder é a capacidade de mando, de domínio sobre os demais, a capacidade de fazer ou ser algo. Não se confunde com a autoridade, que é a capacidade de persuasão ou influência sobre os demais. Um pode ter muito poder e pouca autoridade, como o regime do general Franco, ou muita autoridade e pouco poder, como no caso de Castelao. O poder pode ser político, social, religioso...

Matança de sarracenos em Jerusalém e novamente de judeus

Já sublinhamos na entrega terceira que as cruzadas foram organizadas para conquistar os santos lugares em possessão dos muçulmanos e que, ainda que no caminho mataram a grande quantidade de judeus, quando a cruzada dos barões ocupa Jerusalém serão os muçulmanos os que levarão a pior parte.

Hipercriticismo e hipotolerância ante a crítica (IV)

A auto-identidade judia e cristã Toda sociedade e toda associação, se quer manter a sua personalidade própria frente ao exterior e não ficar diluída, precisa destacar os traços que a distinguem das demais. Isto é o que lhe permitirá preservar a sua própria coesão interna e apresentar uma mensagem nítida e diferente de todas as demais.

Hipercriticismo e hipotolerância ante a crítica (III)

Perseguição dos judeus durante a I cruzada.

Hipercriticismo e hipotolerância à crítica (II)

O anti-semitismo no cristianismo dos primeiros séculos